• Segunda a Sexta: 8:30 às 18:45, Sábados: 8:30 às 12:00
Publicado em 28/06/2019
Home Blog

Estrias: quais seus tipos e como tratá-las

Estrias: quais seus tipos e como tratá-las

floratus farmáca de manipulação

Pesadelo entre muitas mulheres e até mesmo na adolescência dos jovens de qualquer sexo, as estrias podem acabar com a autoestima de muitas pessoas. Isso porque as marcas deixadas pelo corpo, manifestadas principalmente nos glúteos, nos seios e na região da barriga – também podem aparecer em outras regiões dependendo do volume ocasionado no local – se não tratadas, podem deixar sinais irreversíveis na pele.

Mas o que são estrias? Elas nada mais são do que cicatrizes que se formam quando há destruição de fibras elásticas e colágenas na pele, normalmente causada por um estiramento da pele. As linhas são formadas por causa da diminuição da espessura da derme e da epiderme. Elas podem coçar e arder, mas geralmente não apresentam sintomas com o seu aparecimento.

Tudo isso ocorre, como dito anteriormente, por conta do estiramento da pele. Por isso, são mais comuns nas regiões citadas acima, ou seja, locais onde o aumento do volume corpóreo é mais comum dependendo das situações. Como, por exemplo, um esticamento da pele na região da barriga em uma gravidez; o aumento de peso excessivo, especificamente na região da barriga, onde a gordura fica mais localizada e tende a “esticar mais” a área; e na evolução rápida do corpo durante a adolescência, onde a região dos seios e dos glúteos acaba aumentando rapidamente, também ocasionando sinais de estrias.

Tipos de estrias

As estrias são divididas em dois tipos, classificadas como recentes e antigas. Quando recentes, apresentam uma cor rósea ou púrpura, já quando antigas, trazem uma cor mais esbranquiçada.

As estrias de cor rósea ou arroxeada são as mais recentes. Seus sintomas podem apresentar uma discreta coceira, e as marcas são acompanhadas por um processo inflamatório local. Já as estrias de cor mais branca são definidas como as mais antigas, pois já ocorreu uma atrofia intensa das fibras colágenas e elásticas e não há inflamação envolvida. Pessoas que possuem a pele morena ou negra possuem marcas de estrias que podem apresentar uma coloração mais escura do que o seu tom de pele.

Como tratar estrias

Um tratamento eficaz vai depender da fase em que a estria se encontra no momento, além de seu local e espessura. Lembre-se de que não há uma cura total, mas há uma significativa melhora na aparência. A genética, a raça, a idade e a produção de colágeno individual são fatores que também influenciam no sucesso do tratamento, por exemplo.

É importante que o tratamento seja iniciado o mais breve possível após o surgimento de algum sinal. Assim, os resultados são ainda mais positivos. Quanto aos tratamentos, há várias opções, que vão desde cremes hidratantes, aplicação de ácidos, laser ou peeling. Por isso, antes de realizar qualquer um deles, é importante consultar um profissional para diagnosticar a fase das estrias presentes no seu corpo e prescrever o tratamento ideal que irá trazer melhores resultados.

Já para evitá-las, é importante apostar na hidratação intensiva de todo o corpo, com cremes e loções próprios para esse caso. Além disso, outras dicas podem ajudar:

  • Manter o corpo bem hidratado sempre;
  • Beber em média 2 litros de água diariamente;
  • Praticar exercícios físicos regularmente;
  • Evitar a ingestão em excesso de doces e gorduras;
  • Alimentar-se bem, ingerindo quantidades adequadas de frutas e vegetais frescos.

Para garantir os melhores produtos para ficar longe de qualquer estria no seu corpo, conheça as linhas da Floratus e garanta agora o produto ideal para o seu objetivo!

Ficou com dúvidas? Deixe nos comentários!

Logomarca Floratus: uma flor azul com o nome embaixo

A Floratus Farmácia de Manipulação tem como objetivo diferenciar-se no conceito de farmácia de manipulação, oferecendo sempre produtos de qualidade e um atendimento ágil, personalizado e de confiança.

Assine Nossa Newsletter

Topo
Iniciar conversa